sábado, 31 de maio de 2008

Olhares - Ançã


Jornal Independente de Cantanhede



Coimbra, 29 mai (Lusa) – O jornal semanal português Independente de Cantanhede (da região de Coimbra, centro luso), que comemora o seu 14º aniversário, apresenta a sua atual edição totalmente redigida segundo o Novo Acordo Ortográfico, revelou nesta quinta-feira a equipe do periódico.Na edição que está nas bancas desde quarta-feira, "todos os textos apresentam a nova grafia do português, com base nas regras apresentadas no livro "Atual - O novo acordo ortográfico", de João Malaca Casteleiro e Pedro Dinis Correia, publicado pela Texto Editora", cita um comunicado enviado à Agência Lusa.O diretor-adjunto do Independente de Cantanhede, Lino Vinhal, disse hoje à Lusa que "é o primeiro jornal português, o primeiro documento escrito, redigido de acordo com as novas regras". "A equipe da redação teve a feliz idéia de apresentar a primeira edição de aniversário (a segunda será na próxima semana) com os textos escritos de acordo com as futuras regras de ortografia, saídas de um acordo que ocupou os tempos livres de muitos dos nossos agentes culturais e que, à luz do nosso entendimento, era de todo desnecessário", escreve o jornalista, em editorial.O diretor-adjunto - como é identificado na capa da edição desta semana - adianta não conseguir "entender porque a língua mãe deve aproximar-se das facilidades brasileiras, afastando-se da sua própria raiz latina que lhe deu vida, a suportou e cultivou durante séculos"."Não virão longe os tempos em que, escreva-se como se escreva, está tudo certo. É a própria cultura a ceder aos interesses", observa Lino Vinhal.Lino Vinhal explicou à Lusa que, ao comemorar o seu 14º aniversário, o Independente de Cantanhede, assim como as demais publicações do grupo Media Centro, procura "tratar alguns assuntos que não seriam abordados numa edição normal".Crítico do Novo Acordo Ortográfico, que considera "inútil", o empresário da comunicação social sustenta que não se trata de "uma das grandes questões nacionais"."Sendo o português uma língua latina, não nos devemos esquecer da língua mãe, se perdemos essa referência, não podemos explicar a sua evolução. Se tivesse de haver alguma adaptação", seriam os países "que se afastaram da língua que se deviam aproximar", defendeu.Na mesma nota, a equipe do jornal cita que, "no âmbito do seu 14.º aniversário, o Independente de Cantanhede decidiu igualmente tornar público o seu "Pequeno Livro de Estilo" [manual de redação] onde reúne, de forma simples e despretensiosa, algumas das regras que regem a atividade dos seus jornalistas".


sexta-feira, 30 de maio de 2008

AMIGOS DOS CTT


Avenças de empresas privadas a políticos - do PSD, PS e CDS - para facilitarem negócios com o Estado e comissões de milhões de euros pagas também a dirigentes partidários e funcionários públicos são dois factos centrais do inquérito sobre corrupção nos CTT. Este caso originou na quarta-feira mais de 52 buscas em todo o País e só no negócio do prédio dos CTT de Coimbra há suspeitas de comissões exteriores ao negócio de perto de dois milhões de euros.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Um olhar sobre a pobreza






O coordenador do estudo “Um Olhar Sobre a Pobreza”, Alfredo Bruto da Costa, não tem dúvidas: os baixos salários são um problema grave, que contribui para a pobreza em Portugal. É preciso aumentar os ordenados e democratizar as empresas. Ler mais Aqui.

Aviso à navegação socialista

Li a opinião de Mário Soares no Diário de Notícias e ela reflecte as preocupações da grande maioria das pessoas que sentem cada vez mais perder o seu poder de compra e a sua qualidade de vida.E isto por opções políticas, em grande parte, contrárias às promessas e anseios de quem vota e acredita. Vale a pena lembrar que a culpa não morre solteira, e os portugueses têm sistematicamente escolhido saltitar entre dois partidos. Mas o mais grave é que em tempos difíceis há tendência para, em desespero de causa, os partidos radicais crescerem e com eles também nada de bom crescer. O passado ensina-nos, mas teimamos em não lembrar ou em esquecer. Temos sempre a opção do voto em branco. E se fossemos honestos na revolta, tínhamos aqui o maior partido: o PVB, o do voto em branco. Iria abanar com as instituições... mas o Português é de brandos costumes! É bom não esquecer que é este neo-liberalismo e capitalismo desenfreado o culpado do estado das coisas. Cada vez mais me convenço que ter tudo não é sinónimo de bem estar e qualidade de vida. Mas isso sou eu que não consigo pisar em alguém apenas para mostrar o brilho dos sapatos. É uma questão de conciência!



POBREZA E DESIGUALDADES

Não posso dizer que tenha ficado surpreendido com o Relatório da União Europeia (Eurostat) e o trabalho, coordenado pelo Prof. Alfredo Bruto da Costa, do Centro de Estudos para a Intervenção Social (CESIS), intitulado "Um olhar para a pobreza em Portugal", divulgados há dias, que coincidem em alertar para o facto de a "pobreza e as desigualdades sociais se estarem a agravar em Portugal". Surpreendido não fiquei. Mas chocado e entristecido, isso sim, por Portugal aparecer na cauda dos 25 países europeus - a Roménia e a Bulgária ainda não fazem parte da lista - nos índices dos diferentes países, quanto à pobreza e às desigualdades sociais e, sobretudo, quanto à insuficiência das políticas em curso para as combater.Recentemente, cerca de 20 mil cidadãos portugueses, impulsionados pela Comissão Justiça e Paz, dirigiram à Assembleia da República um apelo aos legisladores para aprovarem uma Lei que considere a pobreza uma violação dos Direitos Humanos. Foi uma manifestação de consciência cívica e de justa preocupação moral - que partilho - quanto à pobreza crescente na sociedade portuguesa. E acrescento: a revolta quanto às escandalosas desigualdades sociais, que igualmente crescem, fazendo de Portugal, trinta e quatro anos depois da generosa Revolução dos Cravos, o país da União Europeia socialmente mais desigual e injusto, ombreando, à sua escala, naturalmente, com a América de Bush... Ora, a pobreza e a riqueza (ostensiva e muitas vezes inexplicável) são o verso e o reverso da mesma moeda e o espelho de uma sociedade a caminho de graves convulsões. Atenção, portanto.Eu sei que o mal-estar social e as dificuldades relativas ao custo de vida que, hoje, gravemente afectam os pobres, mas também a classe média - e se tornaram, subitamente, muito visíveis, por força da comunicação social - vêm de fora e têm, evidentemente, causas externas. Entre outras: o aumento do preço do petróleo, que acaba de atingir 135 dólares o barril; a queda do dólar, moeda, até agora de referência; o subprime ou crédito malparado, em especial concedido à habitação (a bolha imobiliária); a falência inesperada de grandes bancos internacionais e as escandalosas remunerações que se atribuem os gestores e administradores; o aumento insólito do preço dos géneros alimentares de primeira necessidade (cereais, arroz, carne, peixe, frutas, legumes, leite, ovos, etc.); a desordem geostratégica internacional (com as guerras do Afeganistão, do Iraque e do Líbano, a instabilidade do Paquistão, o eterno conflito israelo-palestiniano e as guerras em África); o desequilíbrio ambiental que, a não ser de imediato corrigido, põe o Planeta em grande risco; a agressiva concorrência dos países emergentes, que antes não contavam; etc...Tudo isto configura uma situação de crise profundíssima a que a globalização neoliberal conduziu o Mundo, como tantas vezes disse e escrevi. Uma crise financeira, em primeiro lugar, na América, que está a alargar-se à União Europeia, podendo vir a transformar-se, suponho, numa crise global deste "capitalismo do desastre", pior do que a de 1929. Uma crise também de civilização que está a obrigar-nos a mudar de paradigma, tendo em conta os países emergentes, e os seus problemas internos específicos, uma vez que o Ocidente está a deixar de ser o centro do mundo. Não alimentemos ilusões.Claro que com o mal dos outros - como é costume dizer--se - podemos nós bem. É uma velha frase que hoje deixou, em muitos casos, de fazer sentido. Vivemos num só Mundo em que tudo se repercute e interage sobre tudo.No entanto, no nosso canto europeu, deveremos fazer tudo o que pudermos, numa estratégia concertada e eficaz, para combater a pobreza - há muito a fazer, se houver vontade política para tanto - e também para reduzir drasticamente as desigualdades sociais. Até porque, como têm estado a demonstrar os países nórdicos - a Suécia, a Dinamarca, a Finlândia - as políticas sociais sérias estimulam o crescimento, contribuem para aumentar a produção e favorecem novos investimentos. Este é o objectivo geostratégico para o qual deveremos caminhar, se quisermos evitar convulsões e conflitos.Depois de duas décadas de neoliberalismo, puro e duro - tão do agrado de tantos que se dizem socialistas, como desgraçadamente Blair - uma boa parte da Esquerda dita moderada e europeia parece não ter ainda compreendido que o neoliberalismo está esgotado e prestes a ser enterrado, na própria América, após as próximas eleições presidenciais. A globalização tem de ser, aliás, seriamente regulada, bem como o mercado, que deve passar a respeitar regras éticas, sociais e ambientais.Em Portugal, permito-me sugerir ao PS - e aos seus responsáveis - que têm de fazer uma reflexão profunda sobre as questões que hoje nos afligem mais: a pobreza; as desigualdades sociais; o descontentamento das classes médias; e as questões prioritárias, com elas relacionadas, como: a saúde, a educação, o desemprego, a previdência social, o trabalho. Essas são questões verdadeiramente prioritárias, sobre as quais importa actuar com políticas eficazes, urgentes e bem compreensíveis para as populações. Ainda durante este ano crítico de 2008 e no seguinte, se não quiserem pôr em causa tudo o que fizeram, e bem, indiscutivelmente, para reduzir o deficit das contas públicas e tentar modernizar a sociedade. Urge, igualmente, fortalecer o Estado, para os tempos que aí vêm, e não entregar a riqueza aos privados. Não serão, seguramente, eles que irão lutar, seriamente, contra a pobreza e reduzir drasticamente as desigualdades.Já uma vez, nestes últimos anos, escrevi e agora repito: "Quem vos avisa vosso amigo é." Há que avançar rapidamente - e com acerto - na resolução destas questões essenciais, que tanto afectam a maioria dos portugueses. Se o não fizerem, o PCP e o Bloco de Esquerda - e os seus lideres - continuarão a subir nas sondagens. Inevitavelmente. É o voto de protesto, que tanta falta fará ao PS em tempo de eleições. E mais sintomático ainda: no debate televisivo da SIC que fizeram os quatro candidatos a Presidentes do PPD/PSD, pelo menos dois deles só falaram nas desigualdades sociais e na pobreza, que importa combater eficazmente. Poderá isso relevar - dirão alguns - da pura demagogia. Mas é significativo. Do que sentem os portugueses. Não lhes parece?...
Mário Soares

Escola Secundária de Cantanhede


Boa campanha...

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Ançã promove a III Semana da Saúde


A iniciativa «III Semana da Saúde de Ançã» vai decorrer esta quarta-feira, com o objectivo de promover rastreios e debates ligados aos problemas do tabagismo.A III Semana da Saúde vai decorrer no período da manhã nas instalações dos GTL, onde se irá proceder ao novo rastreio de hipertensão arterial e diabetes, dedicado exclusivamente aos adultos.No período da tarde, será a vez da Escola EB1 de Ançã acolher uma acção de educação para a saúde, com o tema principal destinado aos problemas e implicações que o tabagismo tem na saúde pública.Segundo adianta o Diário As Beiras, a iniciativa III Semana de Saúde de Ançã é uma organização da Junta de Freguesia, que conta com a colaboração do Centro de Saúde de Cantanhede – extensão de saúde de Ançã.

Fonte: REGIONAL

domingo, 25 de maio de 2008

sexta-feira, 23 de maio de 2008

Socialistas na teoria e capitalistas selvagens na prática


Portugal foi hoje apontado em Bruxelas como o Estado-membro com maior disparidade na repartição dos rendimentos, ultrapassando mesmo os Estados Unidos nos indicadores de desigualdade. O Relatório Sobre a Situação Social na União Europeia (UE) em 2007 conclui, no entanto, que os rendimentos se repartem mais uniformemente nos Estados-membros do que nos Estados Unidos, à excepção de Portugal.
As 100 maiores fortunas portuguesas representam 25% do Produto Interno Bruto e 20 por cento dos mais ricos controlam 45,9% do rendimento nacional. Estes dados mostram que Portugal necessita de uma política redistributiva e de encarar de frente o problema da desigualdade. Que política distributiva? Todo o discurso político, da comunicação social e da sociedade civil é em relação ao crescimento económico e à redução do défice público. Desta forma só se abrange 80% dos mais ricos, esquecendo os 20% dos mais pobres. As estatísticas indicam que um em cada cinco portugueses vive no limiar da pobreza. Mas a realidade da pobreza é pior. Porque pobreza não é meramente falta de dinheiro, é também falta de acesso às necessidades que conferem dignidade na vida portuguesa.
Claro que todos os partidos do sistema, especialmente em altura de eleições têm em relação ao assunto as mais diversas soluções, todas elas eficazes e que só eles são capazes de implementar. Depois quando poder, baqueiam-se para as bandas do capital e todas as promessas são esquecidas embora jurem e afirmem a pés juntos que as estão a implementar, mas a crise, o petróleo, o terrorismo, o canário da vizinha, esses malandros que não nos largam é que impedem uma politica de combate às desigualdades. É o triunfo dos porcos porque constatamos que é em épocas de crise que o grande capital mais cresce e cimenta a sua hegemonia. Se o capitalismo de estado é inimigo da propriedade privada o capitalismo não o é menos.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Programa Pneumo XXI apresentado em Conímbriga


O projecto piloto Pneumo XXI é um dos programas de telemedicina que permitirá monitorizar os doentes com patologias como a doença pulmonar obstrutiva ou cancro e ainda permite a intervenção na desabituação tabágica.Apresentado na terceira edição do Encontros de Conímbriga, o programa envolve o Serviço de Pneumologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra e os centros de saúde de Arganil, Cantanhede, Sertã, bem como Vila Nova de Poiares.O Pneumo XXI vai integrar além da teleconsulta clássica com especialistas dos HUC, a possibilidade de realizar exames de espirometria nos centros de saúde, avaliados no hospital.Segundo Gomes da Costa, responsável da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), este programa vai trazer benefícios para os doentes no que respeita à comodidade e rapidez de atendimento, mas também para os próprios serviços que pouparão gastos.Segundo o Diário de Coimbra, Gomes da Costa acredita que o projecto poderá avançar para a telemedicina através do domicílio, bastando para tal que o doente ou um familiar tenha algum domínio informático.A ARSC está a trabalhar noutro projecto, a tele-enfermagem que será a próxima aposta na área tecnológica, sendo que este será também um tema abordado no encontro de Conímbriga, por Amílcar Carvalho.

Protesto


REPASSEM POR FAVOR...( MESMO QUE SEJAM SÓ TRÊS CONTACTOS...)NOVO LUTO NACIONAL
seremos de início dez, depois cem... mil,, um milhão.....vista algo de cor preta...pendure algo desta cor na janela de sua casa... vamos conseguir!...nos DIAS 22 e 23 Maio (2 dias) TODOS DE LUTO CONTRA A VERGONHA!


Sabemos que sair às ruas é complicado devido aos compromissos diários, então estamos a propor que nos dias 22 e 23 de Maiotodos ao saírem de casa vistam camisas/blusas pretas, e se você não tem,amarre um lenço preto no pescoço ou braço
MELHOR AINDA:Pendure um pano preto na sua Janela em sinal de luto pela morte da dignidade dos politicos.


Isto vai ser um sinal de repúdio à palhaçada que virou a política.DEMONSTRE sua indignação em todos as cidades !Não tenha vergonha de participar!
Devemos ter vergonha de assistirà bandalheira de boca fechada emãos atadas como um povo ignorante que não sabe como protestar!Envie este texto ao maior número de pessoas
Veja, analise e proteste !Mais um roubo aos portugueses!
Leiam até ao fim e divulguem.
Isto não pode continuar!!!
Lista de Aposentados no ano de 2005 (Janeiro a Novembro)com pensões de luxo (mas em 2006 a lista continua imparável!): pode ser consultado em: http://www.cqa.pt/publicacoes.asp7Qs3
Vamos dar um basta e reagir como gente grande dizendo um grande BASTA! Não se esqueça:dias 21 + 22 de Maio BLUSA/CAMISA PRETA E PANO PRETO NAJANELA

7 coisas para fazer com o seu filho na internet


Segundo o Eurobarómetro Especial "Safer Internet" (Internet Mais Segura), publicado em Maio de 2006, 56% dos pais portugueses nunca se senta com os seus filhos quando estes estão na Internet. A média europeia (EU25) é de 45%, mas nos países da Europa a 15 (EU15), apenas a França (57%) e a Grécia (75%), registam valores mais elevados. O que leva os pais portugueses a auto-excluirem-se de uma parte cada vez mais importante da vida dos seus filhos? Não sei, mas sei que não é dessa forma que eles vão estar mais seguros na Internet. Assim, aqui ficam algumas sugestões para partilhar a utilização da Internet com os seus filhos. Ler mais aqui.

Olhares (Cantanhede) muito feio


Olhares (Cantanhede) feio


Placa a informar o quê?


A placa está bem... mas quem procurar logo a seguir ... não encontra!
Quando se coloca uma informação deste tipo na zona industrial de Cantanhede, o que é que fica a saber com esta placard? Quase nada. Mais à frente devia haver outras informações, como um mapa das empresas aí instaladas.

OLHARES (Zambujal) II

Manoel de Oliveira recebe a Palma de Ouro

Genial um homem com esta idade estar já a pensar no próximo filme.

Cannes - O realizador português Manoel de Oliveira foi homenageado na segunda-feira pelo Festival Internacional de Cinema de Cannes, que lhe concedeu a Palma de Ouro pela sua carreira.
Manoel de Oliveira, que completa no próximo mês de Dezembro 100 anos, recebeu a Palma de Ouro das mãos do francês Michel Piccoli, um de seus actores favoritos.«Ao longo de um século eu cresci com o cinema e hoje eu sei que foi o cinema que me fez crescer. Viva o cinema!», exclamou Manoel de Oliveira no Grand Théâtre Lumière, onde foi longamente aplaudido.«Aprecio enormemente recebê-la desta maneira, porque não gosto da competição com meus colegas. Esta é a melhor maneira de receber um prémio», afirmou.A homenagem começou com a projecção de um curta-metragem do presidente do Festival, Gilles Jacob, e intitulando «Um dia na vida de Manoel de Oliveira» e finalizou com a projecção da primeira obra de Oliveira, «Douro, Faina Fluvial», de 1931.

OLHARES (Zambujal)


Vamos ao trabalho - partir pedra ...


Com uma motivação dessas, quem é que vai fica parado?!

quarta-feira, 21 de maio de 2008

A17


O último troço da A17, no distrito de Coimbra, foi inaugurado este sábado pelo ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino.
O traçado deste lanço da A17 (IC1), que tem uma extensão de 60 quilómetros, abrange os concelhos da Figueira da Foz, Soure, Montemor-o-Velho, Cantanhede e Mira.
A Concessão Litoral/Centro, adjudicada em 30 de Setembro de 2004 à Brisal-Auto-Estradas do Litoral, integra ainda, a Sul, o lanço da A17 Marinha Grande/Louriçal (com uma extensão de 32 quilómetros, igualmente concessionado à Brisal, tendo sido aberto ao tráfego em Junho de 2007) e, a Norte, perto de Mira, esta auto-estrada liga, em plena via, ao lanço A17 Mira/Aveiro, já em serviço, concessionado à Lusoscut Costa de Prata.
«A conclusão destes 60 quilómetros permite criar um percurso alternativo de qualidade nas deslocações Norte/Sul entre Lisboa e Aveiro», esclarece o ministério das obras públicas em comunicado.
Futuramente, com a finalização da Concessão Scut Costa de Prata, chegará ao Porto, constituindo-se como alternativa à A1.
Está também prevista a construção, imediatamente a Sul do nó de Quiaios, de uma área de serviço dupla, que deverá estar concluída no prazo de seis meses após a abertura ao tráfego deste troço.

100 MILHÕES DE EUROS É MUITA MASSA....


ERA SÓ PARA LEMBRAR QUE PORTUGAL TAMBEM FAZ PARTE DO MUNDO.
ESTAMOS PIOR QUE O OUTRO ... TRABALHA, RECEBE O ORDENADO, E VAI GASTA-LO COM OS AMIGOS EM BEBEDEIRAS ENTRE OUTRAS COISAS , E OS FILHOS ESTÃO EM CASA CHEIOS DE FOME.

O QUE VOCÊS QUEREM SEI EU...!


ELA É DE REDE FINA, MAS DE REDE!
PARA O POVO É TAXA AQUI TAXA PARA LÁ...
PARA O GOVERNO É TAXO PARA AQUI TAXO PARA LÁ...

terça-feira, 20 de maio de 2008

TOMA LÁ DA CÁ


PARECE QUE DEIXOU DE SER...

ADEUS AOS ALUGUERES , OLÁ AS TAXAS.... NINGUEM AGUENTA!

CAÇOADA




Para ler em
http://ferroada.blogspot.com/2008/05/caoada.html






A Assembleia Municipal de Cantanhede aprovou, por unanimidade, a declaração de interesse público municipal do projecto do professor/advogado espanhol Matias Cortez. Em causa está a construção de uma moradia, na freguesia de Cadima, que integra uma biblioteca, um jardim com esculturas, um teatro aberto, uma residência para convidados das diversas palestras que pretende vir a realizar, entre outros aspectos. Segundo João Moura explicou na sessão, o professor que há alguns anos reside/frequenta a freguesia de Cadima, pretende realizar um projecto "inédito e de uma dimensão que não é habitual para um investimento privado". Neste projecto, que vai incluir uma biblioteca, o professor Matias Cortez pretende que a mesma seja, no futuro, "um espaço público". Além disso, a obra vai ainda incluir um teatro aberto e uma zona dedicada à exposição de esculturas, num projecto de arquitectura tradicional, semelhante a um pequeno palacete. Continua aqui.

Taxa de Água


Amigos,

vejam o artigo abaixo, sobre a Taxa de água que a Câmara de CNT e INOVA vão criar... Na última Assembleia Municipal, questionei o Presidente da Câmara e Dr. Serafim da INOVA sobre como iríam aplicar esta taxa, qual a fórmula de cálculo.. etc..

Respostas foram: ainda estamos a estudar... não sabemos... e esta taxa é claramente para substituir a do aluguer de contador... em reunião de Assembleia Municipal de Cantanhede realizada Hoje, os Deputados do PS apresentaram 1 declaração de voto relativamente ao Relatório de Gestão.Tomámos a seguinte posição:Abstenção com base em que, a INOVA e a Câmara, obrigados pela Lei em deixar de cobrar a tarifa de aluguer de contador, vão criar outra Taxa (tarifa) chamada de Tarifa de Disponibilidade do serviço, a ser paga mensalmente. Lembramos que esta nova tarifa vai ser criada para além da tarifa de contratação de serviço. Não foi explicada a fórmula de cálculo desta NOVA Tarifa, nem os valores previstos a cobrar, a partir do momento em que entre em vigor esta lei 12/2008 (que será a 26 Maio).Foi referido que não se justifica esta nova tarifa uma vez que o custo cobrado pelos m^3 de água já inclui uma componente de financiamento dos custos de exploração e manutenção da rede.Assim, prevemos que os Municipes irão pagar mais de Água e de Resíduos sólidos urbanos e de taxa de saneamento.

Cumprimentos Pedro Carrana


Governo admite que nova taxa de água pode ser ilegal
O secretário de Estado da Defesa do Consumidor, Fernando Serrasqueiro, admitiu hoje que a nova taxa de disponibilidade de água criada para substituir a cobrança do aluguer dos contadores pode ser ilegal e aconselhou os consumidores a unirem-se contra as autarquias. «A questão que eu coloco é de a mera substituição de uma taxa de aluguer que servia para amortizar o contador» por outra taxa que tenha como objectivo «amortizar a construção, conversação e manutenção da rede», disse, no Fórum TSF. Fernando Serrasqueiro adiantou que se a taxa de disponibilidade de água coincidir com «um consumo mínimo» será ilegal. «Tem de haver aqui transparência. Por isso é que eu não compreendo que, por e simplesmente, a mudança de nome se adeqúe à legislação que está em curso», afirmou. O responsável aconselha os consumidores a protestarem contra esta taxa, afirmando que os portugueses devem organizar-se contra os municípios. Segundo Fernando Serrasqueiro, o Governo aconselha «todos os consumidores a reclamarem pelas diferentes vias, quer através do Livro de Reclamações, quer utilizando os centros de arbitragem ou eventualmente um instrumento que já deu êxito em Portugal, a acção colectiva».

Olhares


segunda-feira, 19 de maio de 2008

AS CRIANCAS NÃO VOTAM MAS TAMBEM NÃO GANHAM!!!



Foi com muita pena minha que vi o rosto de muitas crianças que se levantaram bem cedo no dia 17 de Maio para irem participar no campeonato de karate.
Tudo corria bem, até chegar a hora da entrega das medalhas... onde estão as nossas medalhas? Pois pergunta difícil de responder, as crianças, algumas com menos de seis anos, que lhes dizemos...? Hum... muito ocupados na Câmara Municipal? Não se lembraram? Não estão virados para ofertas? Nada disto servia para pôr um sorriso nas crianças visto que para elas aquilo era um grande momento, e algumas delas era a primeira vez que participavam.
Mas nunca pior mesmo assim alguém teve a grande ideia de levar um rico lanche que tinha de tudo um pouco, obrigado meus senhores.
Agora aos responsáveis de tal situação.... As crianças de hoje são os eleitores de amanha, respeito é bom e elas também gostam...!

domingo, 18 de maio de 2008

As medalhas


Tenho sempre procurado na vida ter uma posição tolerante em relação a quase tudo.
Assim o procuro fazer na política sendo muitas vezes criticado porque não tenho pejo em publicar e mesmo congratular-me com iniciativas, vindas muitas vezes daqueles que considero adversários políticos.
Sempre defendi que ninguém é intrinsecamente bom nem intrinsecamente mau.
Em relação ao executivo que governa Cantanhede, tenho tecido as minhas criticas quando acho que estão a cometer um erro da mesma maneira que tenho realçado as coisas boas que a edilidade promove ou comparticipa.
Como foi aqui noticiado a Associação Karatedo Shotokan Gândara Bairrada ( uma das duas associações de clubes sediadas no concelho) levou a cabo no passado sábado um campeonato de karatedo destinado aos escalões mais jovens. Participaram no torneio os seguintes clubes: S Columbófila Cantanhedense, Ass. 1º de Maio, Clube Domus Nostra, Ass de M. os Amigos de São Caetano, A. C da Poutena. Este campeonato realiza-se uma vez por ano procurando a AKSGB a rodar pelos diversos núcleos filiados neste organismo. Este ano coube a tarefa à Ass. 1º de Maio (Tocha) que integrou o evento nas suas festas comemorativas.
Este torneio ainda que muito “caseiro”, procura ser o ganhar de experiência para voos mais altos. A pouco e pouco a AKSGB tem vindo a adquirir material para que todo o evento decorra de forma condigna e que represente da melhor maneira a região que representamos. Faz parte dos nossos planos começar a convidar para o campeonato, equipes de outras associações no intuito de engrandecer e evento.
Os jovens presente ontem na EB 23 da Tocha, pese embora a sua fraca experiência, na competição souberam honrar as cores dos seus clubes e deram algumas mostras de um futuro promissor. A organização também esteve à altura, pese embora algumas faltas, que o futuro se encarregara de modificar. Tudo teria sido perfeito se no final não tivessem faltado as medalhas. A Câmara de Cantanhede tinha-se comprometido com a Ass. 1ª de Maio a patrocinar os prémios para o campeonato. Talvez por esquecimento, até porque os putos não votam, e porque andam muito ocupados com o campo de golfe para os barrigudos dos amigos burgueses, as medalhas faltaram, não compareceram à hora prevista, ficaram retidas na indiferença e na burocracia de alguma gabinete camarário.

Festival Sempr'aBombar em Cordinhã


As Tapas & Papas E BOM SENSO?


Já na sua décima edição, a Tapas & Papas - Feira de Gastronomia e Artesanato de Cantanhede, regista todos os anos a presença de artesãos provenientes de todo o País.

O ambiente será de festa, com pequenas exibições das bandas Dixieland, desfiles de rua e a actuação das filarmónicas do Concelho, além de outros elementos de animação.

O que Cantanhede tem para oferecer de 12 a 15 de Junho é um programa verdadeiramente tentador. Refeições com os magníficos sabores de terra e mar da gândara e da bairrada em espaços onde também pontificam os excelentes vinhos de Cantanhede. Uma grande feira de artesanato e grandes concertos de jazz popular. Divirta-se...
Nota: A informação acima é mais uma vez para chamar a atenção de algumas pessoas que não andamos distraídos. Tapas & Papas, deveria ser uma feira de gastronomia e Artesanato de Cantanhede. Mas ainda bem que se lembraram do que temos de mais tradicional por aqui: AS BANDAS DIXIELAND. E é pedagógico, pois parece que já se formam novas bandas... tenham juízo por amor do BOM SENSO. Umas míseras medalhas para crianças era muito dificil de arranjar... para o torneio de Karaté. É que há GENTE por aqui que se preocupa em dar formação aos nossos miúdos. Eles gostam e os pais agradecem!

Caminhos

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Napoleão, amonites e incompetência moral


A denúncia está feita agora compete-nos a todos lutar para que as coisas mudem.
Por mim é já na próxima reunião da Câmara.

“Se digo que esta ou aquela coisa não me agrada, estou protestando. Se me ocupo, ao mesmo tempo atentar que algo que não gosto não volte a ocorrer, estou resistindo. Protesto quando digo que não continuo a colaborar. Resisto quando me ocupo de que também os demais não colaborem”.

terça-feira, 13 de maio de 2008

Desafio - A oliveira

A oliveira é conhecida cientificamente como Olea europaea L., família Oleaceae. São árvores baixas de tronco retorcido nativas da parte oriental do Mar Mediterrâneo. De seus frutos, as azeitonas, os homens no final do período neolítico aprenderam a extrair o azeite. Este óleo era empregado como unguento, combustível ou na alimentação, e por todas estas utilidades, tornou-se uma árvore venerada por diversos povos.
A civilização
minoana, que floresceu na Ilha de Creta até 1500 a.C., prosperou com o comércio do azeite de oliva, que eles primeiro aprenderam a cultivar. Já os gregos, que possivelmente herdaram as técnicas de cultivo da oliveira dos Minóicos, associavam a árvore à força e à vida. A oliveira é também citada na Bíblia em vários passagens, tanto a árvore como seus produtos.
Há de se fazer nota ainda sobre a longevidade das oliveiras. Estima-se que algumas das oliveiras presentes na
Palestina (ou para alguns Israel) nos dias actuais devam ter mais de 2500 anos de idade.

Respondendo a um desafio do Vitor

São-nos pedidas seis palavras para uma “muito curta” biografia (há quem opte por um conceito, eu exagerei) e podemos dar-lhes ênfase com uma imagem. Devemos colocar um link para quem nos desafiou e por nossa vez desafiar cinco Blogues, avisando-os deste mesmo convite.Os meus convites vão para:

Baixar as taxas urbanísticas



A Câmara de Cantanhede DEVIA seguir estes exemplos... O PS Cantanhede está cansado de o dizer na Assembleia Municipal...

AVEIRO

Baixar as taxas urbanísticas para atrair mais população para o concelho de Aveiro é uma das apostas do actual Executivo Municipal, de maioria PSD/CDS-PP. A medida foi anunciada, anteontem à noite, pelo presidente da Câmara, Élio Maia, durante a Gala de Comemoração do Dia do Município.
Com esta aposta numa política fiscal mais virada para os jovens, o presidente da Câmara Municipal de Aveiro espera "atrair novas gerações de aveirenses" e manter "a capacidade de Aveiro em atrair população".
Recorde-se que, já no início do mandato, o actual Executivo baixou as taxas da derrama e do Imposto Municipal sobre Imóveis.
É uma redução de taxas anunciada em tempos de crise, que esteve bem presente no discurso do autarca. Élio Maia fez questão de lembrar a difícil situação financeira da autarquia.
"Temos uma dívida que ascende aos 250 milhões de euros. Neste cenário, qualquer gasto ou investimento parece obsceno. Para fazer face a este problema, a autarquia apresentou um plano de saneamento financeiro, que prevê um empréstimo no valor de 58 milhões de euros, e que nos permitirá reduzir as despesas mensais em cerca de 500 mil euros", disse o autarca, lembrando a importância da aprovação deste plano, cuja primeira versão foi chumbada, em Abril, pelo Tribunal de Contas.
Apesar deste cenário, Élio Maia continua a defender a construção da pista de remo do rio Novo do Príncipe.
"Há obras que têm e devem mesmo avançar. É um desígnio que deve unir, e que une, todos os aveirense. Trata-se de uma obra decisiva para o mapa da modernização de Aveiro, que tem um potencial multifacetado", disse o autarca aveirense.
No discurso que proferiu no Dia do Município, Élio Maia destacou, ainda, a aposta na Educação, estando previstas 13 novas escolas no âmbito da Carta Educativa Municipal.
A requalificação urbana é outra prioridade. Exemplo disso é, segundo o edil, o Parque da Sustentabilidade, que prevê a requalificação e valorização da zona compreendida entre o Alboi e o Bairro de Santiago e um investimento de mais de seis milhões de euros.

II Ciclo de Palestras - educar para os estilos de vida saudável


Na próxima sexta-feira teremos a 3º sessão do II Ciclo de Palestras - EDUCAR PARA OS ESTILOS DE VIDA SAUDÁVEL - Alimentação/ Nutrição e Obesidade.
Sabia que, actualmente 11,3% das crianças portuguesas entre os sete e os nove anos sofrem de obesidade infantil?
Sabia que, se se quantificar o número de crianças com excesso de peso, então, a percentagem de crianças portuguesas afectadas e em idade escolar eleva-se para 31,6%?

Mais uma vez, o sucesso da palestra depende da contribuição de todos nós!
Junto envio o panfleto da palestra o qual peço o favor de divulgarem na vossa associação, instituição, familiares e amigos que tenham filhos em idade escolar para participarem. Sessão de autógrafos com o jogador Pedro roma da Académica no "Serão no Museu"
COLABORE E PARTICIPE!
Rogério Marques

16 de Maio, 21h
Educar para os estilos de vida saudável -Alimentação/Nutrição e Obesidade
Catarina Solnado
Dietista e Nutricionista da Direcção Regional da Educação do Centro
Sérgio Cunha Velho
Nutricionista do Hospital Pediátrico de Coimbra
Nutricionista do Sporting Clube de Braga
Participação do jogador de futebol da 1ª liga Pedro Roma ,Guarda-Redes e Capitão de Equipa da
Associação Académica de Coimbra
Local: Auditório do Centro Paroquial de S.Pedro
Certificado de Participação
Para as crianças e jovens serão promovidos ateliês no Museu da Pedra sujeitos a inscrição prévia
para o Tlf: 231 410 123 Tlm: 966 915 618 ou por e-mail: deas@cm-cantanhede.pt
“UM SERÃO NO MUSEU”
Expressão Plástica
Dos 3 aos 10 anos
Número máximo de participantes: 20
Projecção de Filmes
Dos 10 aos 12 anos
Número máximo de participantes: 60
Origami
Dos 3 aos 10 anos
Número máximo de participantes: 20
Peddy Papper
Dos 3 aos 10 anos
Número máximo de participantes: 20
Momento de convívio
Sessão de autógrafos

domingo, 11 de maio de 2008

Comissão Política Concelhia do Partido Socialista de Cantanhede

Digníssimos Jornalistas dia 4 de Maio, pelas 18H, na sede do Partido Socialista de Cantanhede, Tomada de Posse da Comissão Política Concelhia.
Realça-se que os elementos desta concelhia foram empossados pelo Presidente da Federação do PS - Dr. Victor Baptista e pelo Vice-Presidente - Dr. Horácio Antunes. A intervenção do Dr. Victor Baptista, começou por manifestar o total empenho e colaboração para com esta estrutura concelhia e com os novos corpos dirigentes. referiu que apesar de em 34 anos de democracia o PS, apenas ter sido poder em Cantanhede durante 4 anos , com o Dr. Rui, muitas e importantes obras foram conseguidas para o concelho. Salientou o a melhoria das infraestruturas que permitiram que hoje CNT possa ter zonas industriais, aposta no abastecimento de água a todo o concelho, Praça Marquês Marialva, etc... Assim, o PS precisa de voltar à Câmara de CNT para fazer o que falta!!! A Comissão Política é composta por :21 efectivos + 12 suplentes, dos quais destacamos: Manuel Ruivo, Pedro Carrana, Icília Moço, Abel Carapêto , Rui Crisóstomo, Jorge Martins, Maria Céu Lourenço, João Sousa, Sofia Pedro, Luís Silva, Filipe Figueiredo, Manuel Maricato, Lúcia Trindade, Lusitano Espinhal, Silvério Ramos ,Sónia Barbosa, José Vieira, Preciosa Silva, Paulo Alves, Ricardo Simão ,Marco Lourenço.

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Cavaco Silva


Cavaco Silva diz que Portugal está "envolvido em profunda alteração" do seu paradigma de desenvolvimento Lisboa, 05 Mai (Lusa) -- O Presidente da República disse hoje aos Reis da Suécia que Portugal está "envolvido numa profunda alteração do seu paradigma de desenvolvimento", que impõe uma aposta decisiva na qualificação das pessoas, inovação tecnológica e desenvolvimento sustentável.Cavaco Silva considerou que se trata de "um rumo que obriga a reformas de grande alcance, que a estabilidade política favorece". Dirigindo-se aos Reis Carlos XVI Gustavo e Sílvia da Suécia, durante o banquete de Estado que lhes ofereceu no Palácio da Ajuda, o Presidente da República declarou que a Suécia "esteve sempre" com Portugal entre 1641, após a Restauração, e 1974, após a Revolução de Abril."O estabelecimento de relações diplomáticas e a celebração do Acordo de Paz entre os dois países, em 1641, constitui o marco a partir do qual o nosso relacionamento se institucionalizou", disse o Presidente. Cavaco Silva recordou que 1641 foi "um ano importante para Portugal, envolvido que estava no combate pela manutenção e pelo reconhecimento internacional de uma independência que acabara de restaurar". "E, nesse ano difícil e decisivo, a Suécia esteve connosco", disse, sublinhando que voltaria a estar, quando foi necessário afirmar e consolidar o regime democrático resultante da Revolução de Abril, em 1974.Cavaco Silva recordou episódios do relacionamento bilateral, nomeadamente o caso do acervo literário, de que são exemplo as obras do Embaixador António de Castro Feijó, e a compilação de cartas do Conselheiro de Legação sueco Carls Israel Ruders.O Presidente da República não resistiu a referir-se a "algumas peculiaridades gastronómicas" porque, revelou, se deve ao Embaixador português Sotto Maior, representante em Estocolmo da Coroa Portuguesa no período de 1856 a 1894, a receita de "Lúcio-perca à la Soto Maior", ainda hoje presente no livros de culinária suecos.Após elogiar as afinidades e interesses comuns entre os dois países, Cavaco Silva disse que a Suécia apresenta um dos mais elevados graus de desenvolvimento económico e social, a nível mundial. "Como resultado de profundas e exigentes reformas estruturais, a Suécia é hoje, de novo, uma economia saudável e dinâmica, com taxas de crescimento acima da média europeia", afirmou.Para o Chefe de Estado português, chegou o momento dos dois países "intensificarem e diversificarem" o seu relacionamento económico e comercial, tirando partido das oportunidades, nomeadamente no domínio das energias renováveis.Cavaco Silva disse que a identidade de propósitos dos dois países "recomenda" que se procurem formas de adensar a cooperação bilateral e elegeu o continente africano onde a "experiência" portuguesa possa constituir uma mais-valia.No quadro da União Europeia, o presidente português disse que o relacionamento bilateral é "marcado pela excelência", tendo reiterado o apoio de Portugal às prioridades estabelecidas pela Suécia para a sua Presidência da União Europeia, em 2009. "Uma Presidência exigente, que terá pela frente os desafios ligados à implementação do Tratado de Lisboa e que, em larga medida, contribuirá, para a definição e consolidação do modelo de funcionamento da União Europeia do futuro", concluiu.


SRS. © 2008 LUSA

- Agência de Notícias de Portugal, S.A.

2008-05-05 21:05:01